Droga Raia e Drogasil terão coletores de medicamentos vencidos ou sem uso em 100% das farmácias de todo o Brasil

Droga Raia e Drogasil terão coletores de medicamentos vencidos ou sem uso em 100% das farmácias de todo o Brasil

Por conta da iniciativa, a RD já recolheu mais de 158 toneladas de material que, se descartados incorretamente, podem contaminar o solo e as águas


O grupo RD, que controla as farmácias Raia e Drogasil em todo o território nacional, anunciou que está prestes a bater a meta anual de abertura de 260 novas lojas em todo o país. Com 2.620 lojas em operação, a marca mantém e amplia a iniciativa para conscientizar o consumidor sobre as melhores práticas ambientais quando o assunto é o descarte correto e seguro de remédios e medicamentos.

Até o dia 30 de novembro, todas as unidades da Droga Raia e Drogasil terão coletores para que a população descarte de maneira correta medicamentos vencidos ou sem uso. Não à toa, o grupo RD tem como ambição ser a empresa que mais promove saúde e bem-estar aos brasileiros até 2030 por meio de 35 metas de sustentabilidade que também passam pela saúde do Planeta.

A RD incentiva os seus clientes a fazerem o descarte correto de medicamentos há mais de uma década e desde 2019 vem registrando um crescimento considerável na coleta deste material em suas farmácias. Nos últimos três anos, o grupo registrou um crescimento de mais de 178% em volume.

A diretora de Sustentabilidade da RaiaDrogasil, Giuliana Ortega, afirma que este é um dos projetos prioritários da empresa: “Estamos trabalhando para levar mais saúde a toda a população no sentido amplo da palavra, porque queremos que a sociedade se conscientize que ao jogar remédios vencidos ou em desuso no lixo comum ou em vasos sanitários, tanques e pias, também aumentamos o risco de contaminação ao meio ambiente e, consequentemente, isso volta para nós de alguma forma”.

No Estado de São Paulo, serão 1.128 coletores instalados nas farmácias da Droga Raia e da Drogasil. “Os clientes podem levar seus medicamentos vencidos ou em desuso a qualquer unidade e se tiverem dúvidas sobre como efetuar o descarte devem seguir as instruções impressas no equipamento ou solicitar a ajuda de um funcionário”, informa Giuliana.

Todo o material coletado é retirado das farmácias por nossos próprios caminhões e são levados para os CDs para serem armazenados e posteriormente coletados por uma empresa especializada contratada pela indústria em parceria com a RD para efetuar o transporte e realizar a incineração correta dos resíduos.

Compartilhar esse artigo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *