Empresa mineira plantará mais de 200 árvores na região de sua matriz e na Mata Atlântica

Empresa mineira plantará mais de 200 árvores na região de sua matriz e na Mata Atlântica

Empreender vai muito além de simplesmente desenvolver soluções miraculosas. Também faz parte de qualquer negócio pensar no bem-estar da sociedade e em formas de colaborar com o bem coletivo em prol de uma vida mais sustentável.

Aliás, o termo sustentabilidade atribuído a empresas tem tomado uma nova forma: ESG (Environmental, Social and Corporate Governance), que engloba medidas adotadas por empreendedores a favor do meio ambiente, sociedade e governança, e a maneira como tais empresas investem nesses recursos.

Uma empresa que deseja ser ESG deve se atentar a algumas premissas. A primeira delas é definir sua atuação na melhora da sociedade e o impacto positivo que causa nela. Medidas preventivas e de incentivo ao controle de mudanças climáticas, segurança hídrica, reflorestamento e preservação fazem parte da agenda ESG.

Também faz parte do protocolo ESG investir em comerciantes locais, oferecer igualdade de oportunidades, minar o preconceito, atuar para fomento da comunidade e instituir políticas de governança e transparência claras e objetivas.

Esse foi o caminho tomado pela Zetra, fintech que existe há mais de 20 anos e que desenvolveu o eConsig, sistema capaz de promover o bem-estar financeiro nas empresas e de empoderar as pessoas, através de seus salários. A empresa, que oferece a inclusão financeira e acesso a benefícios, por meio da integração de soluções inteligentes, com inovação, qualidade e segurança, acaba de ser oficialmente reconhecida como um ESG, a partir de projeto desenvolvido junto a duas ONGs: a Iniciativa Verde e a Brigada Carcará.

“A Zetra sempre teve a responsabilidade social no seu DNA, por meio de ações sociais, incentivo ao esporte, à cultura, educação financeira, doações aos mais necessitados, entre outras atividades. Nós queremos ir além e contribuir para o bem-estar socioambiental. Mapeamos iniciativas de plantio e preservação de árvores relevantes, tanto para o Brasil quanto para a região de Nova Lima (MG), onde a empresa está sediada”, explica Eloi Rezende, diretor de Governança, Risco e Compliance da Zetra.

Eloi Rezende, diretor de Governança, Risco e Compliance da Zetra

A ONG Iniciativa Verde possui o programa chamado “Amigo da Floresta”, que faz o plantio de árvores nativas no bioma da Mata Atlântica, com foco no estado de São Paulo e no sul de Minas Gerais, na região da Serra da Mantiqueira. A cada sistema eConsig implantado nas empresas públicas e privadas, será plantada uma árvore no Programa “Implanta e Planta”, da Zetra. A expectativa é plantar cerca de 100 árvores em 2023 com esta iniciativa.

Já a Brigada Carcará atua na região de Nova Lima e Brumadinho (MG) no combate aos incêndios florestais e projetos de defesa ao meio ambiente. Vale lembrar que essa foi uma área que sofreu um severo impacto ambiental com o rompimento da Barragem de Brumadinho em 2019.

Por isso, a Zetra incentivou a criação de um projeto ambiental, que também contempla plantio de árvores, educação ambiental em escolas públicas, para colaboradores e filhos, pensando em gerações futuras, bem como apoio ao combate a incêndios nas florestas, o que deve totalizar cerca de 200 árvores plantadas ao todo.

Por que as empresas devem se atentar ao ESG?

Rezende esclarece que as iniciativas de ESG impactam positivamente a sociedade e, desta maneira, tornam todo o ecossistema muito mais aprazível. “Temos que pensar que uma empresa não é apenas uma única organização, mas parte de um ecossistema de negócios que, ao se unir, é capaz de transformar positivamente a vida das pessoas e do nosso planeta, garantindo futuras gerações”.

Entre as principais vantagens em ser um ESG, estão, além da melhora no desempenho financeiro, o aumento da confiança do investidor, também fortalecer a imagem da empresa, reduzindo custos com desperdícios e, até mesmo, tornando-se um lugar muito mais atrativo para se trabalhar.

Dessa maneira, as parcerias são um start para futuros projetos, e ganhar experiência junto a ONGs que já atuam pontualmente e diariamente na solução de problemas ajuda a Zetra a encontrar o caminho correto.

Além das parcerias já firmadas, workshops e oficinas com colaboradores são promovidos, assim como palestras em escolas públicas sobre educação ambiental, plantio de árvores, cuidados com o meio ambiente, e outros conceitos como diversidade e inclusão.

Para conhecer mais sobre os projetos da Zetra, acesse: www.zetra.com.br

Compartilhar esse artigo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *