Vítima de golpes na internet, empresa Jadlog faz alerta e processa Meta

Vítima de golpes na internet, empresa Jadlog faz alerta e processa Meta

Golpistas na internet estão utilizando domínios falsos com o nome da Jadlog, uma das maiores empresas de transportes de cargas fracionadas do Brasil e uma das principais operadoras logísticas do e-commerce, para oferecer vagas de trabalho inexistentes e extorquir dinheiro de candidatos, por meio de páginas falsas nas redes sociais, e-mail e mensagens de SMS. Os estelionatos vêm ocorrendo há cerca de dois meses e se intensificaram nos últimos 30 dias, alcançando até agora mais 100 casos identificados. 

Hooded computer hacker stealing information with laptop on colored studio background

A Jadlog notificou extrajudicialmente a empresa Facebook Brasil, representante da Meta no país, sobre as páginas falsas, contudo as páginas permanecem no ar. Diante da situação, a transportadora está processando a Meta por meio de ação judicial com pedido de liminar para suspensão imediata dessas páginas no Facebook e Instagram, sob pena, na ocasião, de multa diária de R$ 1 mil. 

A liminar foi deferida e a decisão entregue pessoalmemte na sede do Facebook Brasil no último dia 23 de maio, mas a determinação judicial também não foi respeitada. Atualmente, a multa diária está em R$ 6 mil e pode chegar a R$ 15 mil. 

Segundo o departamento judídico da Jadlog, a responsabilidade da Meta é baseada no Marco Civil da Internet (Lei nº 12.965/14), nos próprios Termos de Uso e Políticas das plataformas, na Lei de Propriedade Intelectual, além do Código Civil e a Constituição Federal, que prevê a inviabilidade da imagem das pessoas físicas e jurídicas. 

Além da ação judicial, a Jadlog comunicou os fatos à Polícia Civil de São Paulo e colaborará com as investigações no que for preciso. Espera-se que os responsáveis pela criação e manutenção dos perfis falsos em nome da empresa sejam identificados e responsabilizados. 

A empresa também está atuando para evitar mais golpes e minimizar seus efeitos, por meio de alertas de fraude em seu site oficial e em suas páginas oficiais nas redes sociais.

A Jadlog reitera que realiza a comunicação na internet para informações e oportunidades de trabalho apenas em seus canais oficiais e não solicita nenhum tipo de pagamento para que os candidatos concorram às vagas ou para a liberação de cargas. 

Detalhes dos golpes

Através dos domínios falsos @jadlog. gmail. com, jadlog_nordeste, jadlog_sul, jadlog_mg, jadlog_transportadora_ e jadlognorte, entre outros, e do e-mail jadlog.cv@ gmail.com, os golpistas oferecem vagas de trabalho inexistentes e solicitam pagamentos para que o candidato participe do processo seletivo.

Compartilhar esse artigo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *