Instituto Baccarelli arrecada R$ 20 milhões para obras de teatro com mais de 500 lugares em Heliópolis

Instituto Baccarelli arrecada R$ 20 milhões para obras de teatro com mais de 500 lugares em Heliópolis

Chega a R$ 20 milhões o montante já captado pelo Instituto Baccarelli, uma das mais relevantes organizações sociais sem fins lucrativos do País, para a construção do primeiro teatro a ser instalado na favela de Heliópolis, na zona sul da capital paulista. No processo de captação, o Instituto conta com o patrocínio de nove grandes empresas, grupo que tem nomes como Itaú e Unilever. Além disso, por meio da Lei Rouanet o projeto recebeu recursos de B3, Bradesco, Comgás, Havan, Sabesp, Ultra e Zurich.

A criação do Teatro Baccarelli, que conta com o projeto acústico assinado por José Augusto Nepomuceno, responsável pela Sala São Paulo e Sala Minas Gerais, e que terá 409 lugares na plateia e mais 138 em balcões, integra um projeto mais amplo da atuação do Instituto, cujo compromisso é abrir novas possibilidades de inserção socioeconômica para a comunidade de Heliópolis e para a região do entorno. Essa visão integra, ainda, a continuidade e o fortalecimento do braço de educação artística da organização social, que há quase três décadas oferece oportunidades de aprendizado musical e de outras artes às crianças e aos jovens em situação de vulnerabilidade social na comunidade.

Nesse sentido, além de enriquecer a vida cultural de Heliópolis e seu entorno, o Teatro Baccarelli deve fomentar a criação de vagas de trabalho nas atividades relacionadas ao universo teatral, destaca Edilson Ventureli, cofundador do Instituto. “Da perspectiva da inserção socioeconômica, o teatro é muito rico, já que oferece oportunidades desde a cenografia até a iluminação, passando por figurinos e atividades de bastidores”, ressalta. “E isso está plenamente alinhado ao propósito do Instituto, que vai muito além da educação de arte e da assistência social à comunidade”, complementa Ventureli.

Ao levar à favela apresentações e espetáculos que geralmente ficam restritos à região central de São Paulo, o Teatro Baccarelli deve consolidar a favela de Heliópolis como um novo pólo cultural de São Paulo, garantindo a melhora da autoestima dos moradores locais. Adicionalmente aos patrocinadores e aos colaboradores, o projeto do teatro conta com as doações feitas por meio do Programa de Benfeitores, que já somam cerca de R$ 350 mil.

Com 27 anos de história, o Instituto Baccarelli – criador da Orquestra Sinfônica de Heliópolis – a cada dia consolida sua relevância como organização social. Além de atender gratuitamente cerca de 1,4 mil alunos todos os anos, o Instituto oferece serviços diversos à comunidade, como um restaurante, e é responsável pela gestão de 12 CEUs (Centros Educacionais Unificados) na cidade de São Paulo, fruto de parceria com a Secretaria Municipal de Educação.

O projeto do Teatro Baccarelli continua em captação, e as empresas interessadas em patrocínio e apoio podem obter mais informações no site www.institutobaccarelli.org.br.

 

Sobre o Instituto Baccarelli

O Instituto Baccarelli é uma das organizações sem fins lucrativos mais respeitadas no Brasil por proporcionar ensino de excelência combinando três eixos de grande importância: social, educacional e cultural. É responsável por formar a primeira orquestra sinfônica do mundo em uma favela, a Orquestra Sinfônica Heliópolis, que conta com o maestro Isaac Karabtchevsky como diretor artístico e regente titular, quebrando diversas barreiras e incentivando o surgimento de outros projetos similares no país. Sua sede está instalada na comunidade de Heliópolis, São Paulo, onde opera como agente de transformação social há 27 anos, mostrando um futuro com mais perspectivas a centenas de crianças e jovens. Ali, beneficia anualmente 1400 alunos em situação de vulnerabilidade por meio de programas de ensino de excelência que se dividem em: Musicalização Infantil, Canto Coral, Aulas de Instrumentos (classes coletivas e individuais) e Prática Orquestral, com reais oportunidades de profissionalização na música para aqueles que desejam construir uma carreira.

A instituição também assiste as famílias dos beneficiados com a distribuição de alimentos e outros itens de primeira necessidade, além de disponibilizar atendimentos de uma equipe de assistentes sociais.

Em 2022, assumiu a gestão de 12 unidades dos CEUS, em contrato firmado com a Secretaria Municipal de Educação, e ampliou seu campo de atuação, levando esta consistente trajetória de transformação social em Heliópolis para outras regiões da cidade, em conformidade com os objetivos, planos e políticas estabelecidas pela SME para as áreas de educação, cultura, esporte, lazer, recreação e tecnologia da cidade de São Paulo.

Compartilhar esse artigo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *