Fundação José Luiz Egydio Setúbal lança Prêmio de Comunicação e Jornalismo

Fundação José Luiz Egydio Setúbal lança Prêmio de Comunicação e Jornalismo


Reportagens e conteúdos devem tratar da saúde na infância

Estão abertas as inscrições para o Prêmio de Comunicação Fundação José Luiz Egydio Setúbal, lançado ontem (08/03), em todo o país. O objetivo é valorizar a produção de conteúdo jornalístico que trate da saúde de crianças e adolescentes, assunto primordial para o futuro da nossa sociedade. Podem ser inscritos materiais produzidos de junho do ano passado a junho de 2021, quando se encerram as inscrições. O resultado será divulgado em setembro, com premiação de R$ 50 mil reais divididos entre as categorias.

Com dez anos de trajetória, a Fundação José Luiz Egydio Setúbal é hoje um dos principais agentes de fomento à saúde infantil no país atuando por meio da assistência direta às crianças no Hospital Sabará (SP) e promovendo pesquisa e ensino no Instituto Pensi. Ainda gere o projeto Autismo e Realidade, faz advocacy junto à esfera pública e dissemina informação em várias plataformas como o canal do Youtube Saúde da Infância.

Agora, com o lançamento do prêmio, busca valorizar os talentos do jornalismo nacional, estimular o surgimento de novos expoentes na produção de conteúdo e atrair os estudantes de comunicação para a área. “Nossa Fundação pretende chamar a atenção para a causa da saúde da criança e do adolescente e, ao mesmo tempo, incentivar os profissionais de comunicação falar sobre este assunto tão importante e tão negligenciado no nosso país”, afirma José Luiz Egydio Setúbal, presidente da fundação que leva seu nome.

Quem pode participar:

• Jornalistas, comunicadores em geral, produtores de conteúdo (“creators”);

• Profissionais da área de saúde que produzam conteúdo focado no tema do prêmio;

• Sociedades médicas, organizações da sociedade civil, coletivos de comunicação que tenham iniciativas na área;

• Estudantes universitários de graduação (que concorrerão separadamente dos profissionais e comunicadores já formados em geral).

Quais as categorias:

• Texto: reportagens ou séries de reportagens em meio impresso ou digital;

• Áudio: reportagens ou séries de reportagens produzidas para rádio ou no formato podcast;

• Vídeo: reportagens ou séries de reportagens para a TV em geral ou em plataformas de vídeos como o YouTube ou Vimeo;

• Iniciativas digitais: conteúdos para sites/plataformas ou mídias sociais como Facebook, Instagram, Tik Tok, Twitter, dentre outras;

• Campanhas de comunicação: iniciativas produzidas por entidades de classe de saúde, ONGs ou coletivos de comunicação sobre temas relacionados à causa da saúde. As inscrições vão até o dia 11 de junho. O júri irá divulgar os nomes dos três finalistas de cada categoria no mês de agosto. Em setembro será anunciado o nome do “grande vencedor” para cada uma destas cinco categorias, tanto profissionais formados quanto estudantes, totalizando dez vencedores. Cada profissional será premiado com a quantia em dinheiro de R$ 8 mil, e cada estudante com R﹩ 2 mil. Informações completas e inscrições em: http://bit.ly/PremioFJLES

Compartilhar esse artigo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *